Diretrizes Baseadas em Evidências

Quais as condutas terapêuticas mais adequadas, que caminhos escolher, como proceder etc fazem parte da rotina diária dos debates médicos. Em um país de dimensões continentais, onde é necessário compartilhar conhecimento, as Diretrizes Científicas são ferramentas fundamentais e configuram uma marca de qualidade na assistência à saúde.

São documentos baseados em evidências científicas, que sustentam cada momento de decisão do médico no acompanhamento do paciente. Segundo Wanderley Marques Bernardo, Coordenador do Núcleo SaBEReS  (Saúde Baseada em Evidência e Revisão Sistemática), da Universidade de São Paulo – USP, por meio das Diretrizes Clínicas é possível confrontar a prática com as recomendações, o que permite se atualizar e refletir sobre as decisões frente ao paciente.

Para que estas informações seguras estejam sempre atualizadas, sociedades científicas atualizam periodicamente o conteúdo de suas diretrizes e os temas são debatidos em diversos eventos médicos, como o SIDOM (Simpósio de Diabetes, Obesidade e Metabolismo). Através da discussão aprofundada das evidências que dào embasamento às diretrizes, se consolida o conhecimento necessário para que especialistas e demais profissionais de saúde possam tratar os pacientes da melhor forma possível. As Diretrizes de Tratamento são elaboradas com essas preocupações e distribuídas em publicações impressas e online, através de downloads gratuito nos sites de cada entidade.

Diabetes e Obesidade

O diabetes e a obesidade são doenças que apresentam crescimento significativo, ameaçando cada cada vez mais a saúde do brasileiro. . Segundo os dados do último VIGITEL (Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), a obesidade é uma realidade para 18,9% dos brasileiros e o sobrepeso atinge mais da metade da população (54%).

Os números do diabetes também são alarmantes. De acordo com o Atlas da IDF (International Diabetes Federation), são mais de 12 milhões de pacientes no Brasil.

As novas condutas e as já tradicionais serão abordadas durante o SIDOM 2018, que acontecerá nos dias 26 e 27 de outubro, no Windsor Barra. Os doutores Alexander Benchimol e Walmir Coutinho, coordenadores do Curso, aprofundarão os temas nos debates.

https://www.diabetes.org.br/profissionais/images/2017/diretrizes/diretrizes-sbd-2017-2018.pdf